segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Visita a Quinta do Convento

Quinta do Convento

Ano passado estive em Portugal e pude visitar a vinícola Quinta do Convento onde fui muito bem recebida e realizamos uma degustação vertical muito interessante.A Quinta que é conhecida por ter história em suas terras,e sua adega exemplar em pedra localizada no meio da vindima,mandada construir pelo Visconde de Chaceleiros foi recuperada e adaptada as modernas técnicas de vinificação.



A Quinta guarda em seus jardins islâmicos, memórias do final do século X.é muito agradável andar pelas vindimas e encontrar a cada esquina um pouco de história,muito bem preservadas.

CAPELAS E ERMIDAS DO CONVENTO

A amenidade e beleza do local convidam a uma caminhada até ao mirante para ver o mar, e se a visibilidade for boa, as Berlengas, descansando naquelas pequenas ermidas que promovem a contemplação ou nos bancos, observando nichos e fontes que revelam o crescente gosto pelo luxo nos séculos XVI e XVll.
"Obra coriosa e devota que serve de mirante para a banda do Norte, desde onde se descortina todo o terreno que vai até Peniche, e mais terras circunvizinhas em roda. Tem a mesma cerca outra Ermida de N.Sra. da Nazareth também de meia laranja que fica em hua via interior coberta de arvores frondosas que fazem a deliciosa, com os seus assentos junto da Ermida, e pavimento de xadrez de várias pedras miúdas, o que tudo faz o sitio aprazível e visttoso " Tem mais a Serca duas Ermidass, hua pegada á outra: a que fica superior sem suficiente Ambito, também de meia laranja é dedicada a O Sto Onofre; a que fica em baixo tem mais a forma de gruta que de Capella por ser formada por dous grandes penedos natuaes, que acabão num ângulo agudo, dedicada a Santa Maria Madalena. He de admirar que com toda a circunferência da cerca que he bastante grande, nem huma só arvore tenha brotado para fora dos muros, nem arruinado hum palmo delles, estando muitas vezes contíguas a elle".
In Archivo do Convento- Descrição do Convento

Os vinhos:

Na degustação pode-se perceber claramente de bom gosto,tem tanínos macios,são redondos e bem elaborados,mas ainda falta ousadia,porém são vinhos convidativos e interessantes,até mesmo gastronomicos,para o dia a dia estão prontos.Gostei muito de prova-los ainda mais na atmosfera agradável da vinícola.
Então se estiver por Lisboa e quiser conhecer um ótimo sítio para degustar vinho e história, recomendo a Quinta dos Conventos e terá com certeza uma boa degustação!!!!

Sem comentários:

Publicar um comentário